_Insights

Brasil se identifica como gamer e vê relevância em presença de marcas nos jogos

Imagem: Tarun Savvy/Unsplash

A população digital brasileira não apenas é adepta de jogos eletrônicos como também se identifica como gamer, mostra a Pesquisa Game Brasil 2022, do Sioux Group em parceria com a ESPM e a Blend New Research. Divulgado este mês, o levantamento destaca a força dos games no entretenimento brasileiro e a relevância das marcas nesse universo.

Quem curte jogos eletrônicos é maioria entre a população digital brasileira acima de 16 anos: 74% dos entrevistados disseram ter o costume de jogar. Mas esse alcance não é exatamente uma novidade. Desde que a pesquisa começou, em 2018, a taxa varia entre 66% e 75%, mostrando consolidação dos games nos hábitos brasileiros.

O que chama a atenção na pesquisa deste ano é que a identificação com o termo “gamer” – considerado nicho – agora também alcança a maioria dos entrevistados: 50,4%. Os homens são os que mais se declaram gamers (55,6%). Entre as mulheres, a identificação ainda não alcança a maioria (45,1%).

Porém, as mulheres são as que mais jogam games no Brasil (51%), contra 49% dos homens, entre os entrevistados. Demograficamente, 49% dos jogadores se identificam como pardo ou preto, e 46% se declaram brancos. Os jogadores das classes médias —B2, C1 e C2— são a maioria, representando 62,7% do público. Foram ouvidas 13.051 pessoas por meio de questionário online, em 26 estados e no Distrito Federal entre 11 de fevereiro e 7 de março.

O perfil do gamer é jovem, na opinião de 40,5% dos respondentes. No recorte etário dos entrevistados que dizem jogar, a maior fatia é de adolescentes, entre 16 e 19 anos (17,7%), seguida de pessoas entre 25 e 29 anos, com 13,6%.

Entre os respondentes jogadores, o dispositivo preferido para as partidas de games é o smartphone (para 48,3%), seguido de console de videogame (20%) e computador (15%). Mulheres são maioria entre os jogadores de smartphone (60,4%). E os homens lideram no console (63,9%).

Marcas nos games

A maioria dos adeptos dos jogos eletrônicos têm uma visão positiva de marcas presentes nos games. Para 51,7% dos entrevistados, as que estão inseridas no ambiente de jogo têm maior relevância. Além disso, 56,9% acreditam que marcas de sucesso no futuro deverão participar dos games.

A relação entre games e metaverso também foi pesquisada: 63,8% dos jogadores disseram conhecer o metaverso. Além disso, a maioria é receptiva ao cross media com outros formatos de entretenimento: 59,3% gostam da ideia de assistir a filmes no ambiente dos games, e 54,5% gostam de participar de shows de música dentro dos jogos.


Quem faz os conteúdos UOL para Marcas:

Apuração e redação: Renata Gama / Edição e redes sociais: Raphaella Francisco / Arte: Julianne Rodrigues
Gerente responsável: Marina Assis/ Gerente Geral: Karen Cunsolo